segunda-feira, 27 de maio de 2013

A evolução do tráfico de drogas no Estado do Tocantins



Quando se fala em tráfico de drogas, cremos que todos os cidadãos brasileiros estão aptos a até ministrar palestras, de tão comum que esse crime se tornou no seio da sociedade, e não poderia ser diferente no Estado do Tocantins, que mesmo ostentando o título de mais novo da Federação já faz parte da rota do tráfico.
O Estado conta com uma grande quantidade de cidades desprovidas de forças de segurança, pois os poucos policiais que lá trabalham são insuficientes para o combate a esse crime, que apesar de estar comum entre as pessoas, não é de tão fácil elucidação e materialização perante o Judiciário.
  A lei 11.343/06 conhecida como a lei de drogas, de maneira indireta, acabou por descriminalizar o uso de drogas ilícitas, trazendo com isso uma grande dificuldade para a atuação das forças policiais no combate aos traficantes, conduta essa não afastada pela referida lei. Essa “liberação” para o uso beneficiou o traficante, que assim como as forças de segurança procuram se especializar, os traficantes procuram confundir os agentes policiais dificultando a comprovação do delito “traficar”, no momento em que não mantém sobre o seu poder grandes quantidades de drogas, para que no momento de flagrância, sejam tipificados como usuários. E como usuários, poderão ir de volta para sua casa após se comprometerem a comparecer em juízo apenas para receber um “puxão de orelha” por parte da Autoridade Judiciária.
No decorrer dos anos houve uma mutação dos agentes praticantes do tráfico de drogas, o que anteriormente era cometido por pessoas cujos estereótipos eram facilmente percebidos, hoje não há mais como identifica-los sem o auxílio de equipamentos de inteligência. Essa mutação vem ocorrendo de maneira cíclica, se alterando de acordo com a inibição sofrida por parte da polícia. Se durante um período eram utilizados menores de idade para cometimento do crime, de 2010 para cá, houve um aumento expressivo da quantidade de mulheres que em determinados momentos atuaram figurando como “mulas”, ou seja, pessoas responsáveis pelo transporte das drogas. Agora que aprenderam como funcionam as articulações dessas organizações criminosas e consequentemente ganharam gosto pela coisa, passaram a figurar como “patroas do tráfico”.
            A comunidade carrega o dever de acompanhar, “fiscalizar” esses institutos, até mesmo a família, já que o Poder Público, na maioria das vezes, inicia uma ação através de uma denúncia. O Poder Público carrega a carga mais pesada desses fatores que refletem no aumento do crime de tráfico de drogas, pois pertence a ele a responsabilidade de punir os delinquentes, além de ressocializá-los. As desigualdades sociais geram uma falta de perspectiva às famílias, atingindo sobremaneira o futuro das crianças, já que os adultos adentram no mundo do tráfico, deixando como heranças aos menores o crime, afastando-os da educação.
            Portanto, não há de se falar em afastar o Poder Público como o maior responsável pelo alarmante aumento do crime de tráfico de drogas, já que é dele que se esperam as maiores ações, como garantir uma educação fundamental à criança, um trabalho ao adulto, e o mínimo existencial à família, como uma moradia, alimentação e saúde.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Comunicado

Senhores (as) Conselheiros (as),

Considerando as mudanças recentes na Secretaria da Segurança, Justiça e Cidadania, informo a Vossa(s) Senhoria(s), que assumi a Subsecretaria da Polícia Comunitária.
Porém, informo aos Senhores que esta pasta passa por alterações na sua estrutura, que tão logo se concluam, realizaremos uma reunião com todos os Conselhos de Segurança e Defesa Social, para que possamos definir metas.
Estaremos à disposição para dar continuidade aos trabalhos junto à comunidade, buscando alcançar os objetivos almejados por todos nós, no combate à violência e criminalidade, que necessitará do trabalho conjunto e do apoio de todos vocês de forma imprescindível.

Atenciosamente,


Jaizon Veras Barbosa
Ten. Cel. QOPM
Subsecretário da Polícia Comunitária

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Certificação dos Alunos do Curso de Informática Básica - Taquaruçu

Aconteceu na tarde desta quinta-feira dia 16 de dezembro de 2010 o encerramento e a entrega dos certificados para os 28 alunos da Escola Estadual Duque de Caxias em Taquaruçu.

O curso teve a duração de 30 horas/aula e ocorreu entre os meses de Outubro e Dezembro. No encerramento os alunos foram contemplados com a entrega dos certificados e com uma deliciosa feijoada promovida por voluntários da escola e da comunidade.
O curso foi ministrado de maneira voluntária pelo Policia Civil "Xerife" que dedicou suas horas de folga à transmitir seus conhecimentos aos alunos da 6ª série.
A expectativa é que no ano que se inicia novos cursos sejam oferecidos à comunidade de Taquaruçu.

Chegada do Papai Noel em Taquaruçu

Nesta sexta dia 10 de Dezembro aconteceu a chegada do Papai Noel no distrito de Taquaruçu. O evento foi de iniciativa da Polícia Comunitária, e contou com a presença da Banda Mirim da Guarda Metropolitana de Palmas.

Assim que  o Papai Noel chegou, dirigiu-se diretamente para a Escola Estadual Duque de Caxias onde foram entregues vários presentes para as crianças carentes da comunidade.
A parceria entre polícia comunitária e comunidade de Taquaruçu têm obtido bastante êxito na redução dos índices de criminalidade da região.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Seminário Regional de Polícia Comunitária

O Ministério Público Estadual do Tocantins, a Polícia Comunitária e a Faculdade Serra do Carmo convidam para o Seminário Regional de Polícia Comunitária, que acontecerá nos dias 25 e 26 de novembro de 2010, no auditório da OAB-TO, em Palmas.

Programação

25/11/2010 - Quinta-feira
18h - 19h: credenciamento
19h30: abertura solene
20h: conferência de abertura: "A perspectiva de Direitos Humanos e a Participação Social no Policiamento Comunitário"
Palestrante: Cônsul do Japão
21h30: coquetel de boas-vindas

26/11/2010 - Sexta-feira
08h: recepção
09h: Palestra "Polícia, Ministério Público, Demais Órgãos e Comunidade: unindo esforços, mediando conflitos, compartilhando soluções"
Palestrante: Augusto Eduardo de Souza Rossini - Promotor de Justiça do Ministério Público Estadual de São Paulo
10h: intervalo
10h15: Palestra "Disseminação do Consumo e Comércio de Crack no território nacional e seus impactos"
Palestrante: Luis Flávio Sapori

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Inclusão digital na Base da 503 Norte

Depois de receber cinco computadores e estabilizadores, entregues pela Prefeitura de Palmas, por meio da Fundação Palmas de Ensino, Ciência e Tecnologia - Fupact, o Conselho de Segurança e Defesa Social, da 503 Norte, definiu para este ano o início das etapas de formação dos monitores, que vão ministrar cursos aos moradores.
O presidente da Fupact, Paulo Fernando, fez a entrega das máquinas na tarde de ontem, quarta-feira, 10, na sede do Conselho, que funciona na Base Comunitária da Vila Independência. Em dois meses, esta é a segunda entidade beneficiada com o projeto de inclusão digital da Prefeitura de Palmas.
“Nossa pretenção é fortalecer o trabalho das associações, no sentido de possibilitar que elas ofertem formação aos jovens”, revela Paulo Fernando, que espera das entidades beneficiadas a estruturação para o acolhimento das máquinas. “Nenhum trabalho alcança sucesso se ele for de um homem só. Por isso queremos destacar o trabalho do Conselho de Segurança que tem feito um trabalho coletivo importante”, completou o presidente da Fupact.
O presidente do Conselho, Erivelton da Silva, afirma que os cursos deverão alcançar cerca de seis mil moradores nas quadras 607, 605, 603 e 503 Norte, como também do bairro Santo Amaro. Erivelton destaca que a entidade vai em busca de mais equipamentos e assim ter maior facilidade no trabalho de inclusão digital. “Vamos formar 30 monitores para os cursos e assim minimizar os custos para a formação dos moradores. Também teremos o apoio do Instituto Federal do Tocantins - IFTO, com os alunos ajudando na ministração das aulas de informática”, acrescentou.
Ao participar da solenidade, a delegada Milena Albernaz, diretora de Polícia Comunitária do Governo do Estado, relacionou a entrega das máquinas à segurança pública. “Esse trabalho é uma contribuição na atividades de prevenção criminal. É a oportunidade das crianças e adolescentes estarem aprendendo e isso vai trazer um impacto positivo”, disse a diretora vendo a ação como um ponta pé inicial para algo ainda maior. “As instalações poderão ser ampliadas de acordo com as demandas”, observou.
Mais computadores
Na próxima semana, será a vez do Centro Comunitário da quadra 91 receber os benefícios e dar os primeiros passos no oferecimento de ações de inclusão digital. E para isso a entidade receberá da Fupact um número maior de computadores, nove no total.
Fonte: Ascop -  Prefeitura de Palmas

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Dia Mundial de Limpeza de Rios e Lagos é realizado em Palmas






No dia 25 de setembro, sábado, das 9 às 11 horas voluntários da Refrescos Bandeirantes, ONGs, Polícia Comunitária e representantes públicos vão se reunir para o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Lagos, recolhendo detritos no distrito de Taquaruçu em Palmas. O evento também será realizado no mesmo horário em todas as filiais da Refrescos Bandeirantes nos lagos e rios das seguintes cidades: Uruaçu, Itumbiara, Rio Verde, São Luís de Montes Belos, Anápolis e Goiânia.
O Dia Mundial de Limpeza de Rios e Lagos, conhecido no mundo inteiro como International Coastal Clean Up (ICC) é um programa internacional de educação ambiental que mobiliza milhares de pessoas em todo o planeta. Ele é realizado em mais de 125 países todos os anos, no terceiro final de semana de setembro, início da primavera. Neste ano, será realizado no último final de semana, dia 25, em comemoração aos 25 anos do evento!
A Refrescos Bandeirantes vai disponibilizar luvas de borracha, camisetas, sacolas, lápis e pranchetas para os voluntários catalogarem  em fichas padronizadas todo o lixo que será recolhido, pesado e classificado. A expectativa é mobilizar 700 voluntários para recolherem mais de cinco toneladas de resíduos ao longo dos rios, lagos, praias e parques, em Goiás e Tocantins.
A Coca-Cola é a apoiadora oficial desse evento desde a sua criação, em 1986. É uma iniciativa sem fins lucrativos que tem como principal objetivo conscientizar as pessoas a jogar o lixo em lugares adequados e contribuir para o nosso meio ambiente. Cerca de 13 mil voluntários percorreram mais de 400 km de costa e margens de praias, rios, lagos e lagoas em 18 estados brasileiros no último ano.
Participe conosco!!!


Data: 25 de setembro de 2010
Horário: 9 às 11 horas
Local: Uruaçu, Itumbiara, Rio Verde, São Luís de Montes Belos, Anápolis, Palmas e Goiânia.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Ações do Policiamento Comunitário

Hoje no Tocantins, a Polícia Civil e Militar tem trabalhado diuturnamente para que a forma de atuação policial tenha como preceito a Filosofia de Polícia Comunitária, superando assim, o modelo de policiamento tradicional demonstrado ineficaz.
Desta forma, o obejtivo da Diretoria de Polícia Comunitária (Polícia Civil) em parceira com a Coordenadoria de Policia Comunitária Militar é ter nas bases comunitárias do Estado o desenvolvimento de atividades sócio-culturais, através de voluntários e em conjunto com os CONSEGS e demais lideranças comunitárias. Estas atividades têm como foco principal, o resgate e a inclusão social daqueles considerados vulneráveis, priorizando-se as crianças e os adolescentes.
O que se tem observado nos policiais responsáveis pelas bases, é um grande emprenho e vontade de aproximação da comunidade com uma prestação de serviço embasada na preocupação com a segurança da população da região.
Em que peses as dificuldades estruturais existentes nos órgãos de segurança pública, menciono trabalhos realizados com louvor por algumas bases da capital.

- Base da 305 Norte - tem uma pequena Biblioteca Comunitária e cede espaço para aulas do EJA para idosos;

- Base da 407 Norte - possui uma Horta Comunitária que atende aproximadamente sessenta famílias e nela há livros disponíveis para atender a população da região;

- Base de Luzimangues - desenvolve o projeto "Comunidade Digital" e atividades esportivas como futebol e o atletismo, com o auxílio de policiais voluntários; Tem uma pequena horta que atende a comunidade escolar;

- Base do Aureny III - atividades esportivas com aproximadamente duzentas crianças e adolescentes dentro da Escola Municipal de Tempo Integral da região; Parceria com a Tribo de Leão de Judá na triagem de famílias com usuários de drogas; Parceria com a Liga Feminina encaminhando mulheres para exames de Prevenção ao Câncer.

- Base do Aureny IV - Cine Comunitário;

- Base da 92 - escolinha de futebol na praça.
Observa-se que são atividades preventivas que geram a aproximação entre Polícia/Comunidade, e produzem um impacto na região trabalhada de forma que identifica-se os problemas locais e busca-se soluções conjuntas.
Esta forma de atuação contribui com informações para possíveis planejamentos operacionais voltados realmente para o problema, o que torna as ações produtivas e com resultados satisfatórios.
Outras atividades também são desenvolvidas no âmbito da Filosofia de Polícia Comunitária, como as "Visitas Comunitárias" que serão intensificadas com mapeamento dos locais favorecidos, trazendo dados interessantes sobre a população, identificando-se situações e, consequentemente, proporcionando o encaminhamento de usuários aos locais de apoio, dentre outras ações efetivas.
A "Denúncia Verificada" é uma ação que está sendo desenvolvida pelos Policiais Civis lotados na Diretoria de Polícia Comunitária, com base nas informações de membros da comunidade. É, a grosso modo, uma checagem das denúncias formuladas com elaboração de relatório circunstanciado e, posterior envio às unidades policiais responsáveis. Esta ação evita desgaste das Delegacias de Policia e agrega forças às atuações de Polícia Judiciária.
Diversas atividades estão sendo pensadas e paulatinadamente efetuadas, tudo no intuito de movimentar a comunidade, mostrando a sua importância no contexto social e, principalmente, no âmbito da segurança pública. Tornando Polícia e Comunidade, uma força positiva de inclusão social, através da cultura, educação e esporte, e no combate ao crime da região afetada.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Site temporariamente modificado em cumprimento ao disposto na Portaria Conjunta da Casa Civil/Procuradoria-Geral do Estado nº 004 de 01 de julho de 2010, Lei Federal nº 9.504, de 30 de setembro de 1997 e na Resolução TSE nº 23.089, de 1º de julho de 2009, que estabelecem normas para as eleições de 2010.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Noite Ecológica - Taquaruçu

Aconteceu nesta noite de quinta, 24 de junho, a noite ecológica em Taquaruçu.
O evento foi promovido peloa Escola Estadual Duque de Caxias e contou com o apoio da Policia Comunitária.
Houve apresentações teatrais, concurso de paródias e poesias, além do concurso de roupas recicláveis. A comunidade compareceu em massa para prestigiar o evento.
A importância de eventos como esse são de suma importância para a prevenção nas escolas, buscando tirar os jovens da zona de risco.

Assembléia Geral em Araguaína para criação de CONSEG's

Aconteceu nesta quarta-feira dia 23 de junho uma Assembléia Geral no 2º BPM de Araguaína para adequação do estatuto das células comuniárias transformando-as em Conselhos Comunitários de Segurança e Defesa Social.
A reunião contou com a participação das 8 células de Araguaína, do Comandante Geral do 2º BPM e de representantes da Diretoria da Polícia Comunitária da Secretaria da Segurança Pública.
Essas alterações foram necessárias para adequação das células conforme orientações da SENASP.

sábado, 19 de junho de 2010

Encerramento Curso de Promotor Xambioá

Encerrou nesta sexta, 18 de junho, o Curso Nacional de Promotor de Polícia Comunitária da cidade de Xambioá. O curso foi um sucesso, com a formação de 50 novos promotores.
A Polícia Comunitária agradece o apoio dado pela Secretaria Municipal de Educação e Auto-Posto Açaizal que auxiliaram com apoio operacional, e ao Senai por ceder uma sala de aula para realização do curso.
Com certeza Xambioá contará com uma nova mentalidade policial na cidade, onde os policiais estarão procurando maior proximidade com a população, e fazendo Polícia Comunitária acontecer.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Mobilização Xambioá

Aconteceu nesta noite na cidade de Xambioá uma palestra de mobilização para formação do Conselho Comunitário de Segurança e Defesa Social.
Participaram membros da comunidade em geral, onde fizeram muitos questionamentos e puderam enteder melhor a Filosofia de Polícia Comunitária e o papel do Conseg.
Foi aberto prazo de 10 dias para a formação de chapas, e após esse período será marcada nova data para a eleição.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Aula Inaugural Ciranda Musical - Vale do Sol



Aconteceu nesta tarde a aula inaugural do projeto Ciranda Musical na Escola Estadual Vale do Sol. O evento contou com a presença de representantes da Secretaria de Segurança Pública, Diretoria de Polícia Comunitária, Coordenadoria de Polícia Comunitária Militar, além de policiais, diretores e coordenadores da escola.
O principal objetivo do projeto é o combate à evasão escolar, melhor qualidade de vida e acesso à programas culturais e sociais para os jovens.
Os alunos terão aulas ministradas pelo professor Nayon Abel, que estará atuando de modo voluntário, atendendo eles duas vezes por semana.
A alegria e emoção por parte de todos os envolvidos no projeto marcaram a beleza do evento.
As fotos de todo o evento já estão disponíveis na nossa seção de FOTOS do Blog.

Curso Promotor de Polícia Comunitária - Xambioá

Está acontecendo o 1º Curso de Promotor de Polícia Comunitária na cidade de Xambioá, o curso é voltado para policiais e membros da comunidade.
A implantação dessa Filosfia em Xambioá é de extrema importância, devido aos índices de criminalidade e do percentual de pobreza da cidade que chega a ultrapassar 50%.
O encerramento está previsto para sexta-feira dia 18, onde estarão sendo formados 50 novos promotores.